[fp] Gabriel Lebber Daniel

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[fp] Gabriel Lebber Daniel

Mensagem por Gabriel Lebber Daniel em Seg Ago 03, 2015 4:52 pm


Gabriel Lebber Daniel
O Ceifador
20
Conto

Gabriel Lebber Daniel

 Todos os dias eu fazia as mesmas coisas; Acordava, treinava o resto do dia e ia dormir. Neste dia em especial eu estava cansado. Cansado do acampamento, das pessoas, das pessoas que sumiram, da falta de emoção... De tudo! Fazia tanto tempo da última vez que eu tinha matado alguém. O pior era que eu não sentia a vontade de ceifar mais vidas, assim como eu não sentia mais vontade também de treinar. Acho que eu só ainda fazia para não enlouquecer dentro de uma cabana que parecia mais um forno.
 ‘’Acho que terminei por hoje.’’ Falei enquanto enxugava o suor que pingava de minha testa. Eu estava pronto para ir para o chalé e terminar mais um dia, mas uma brisa fria tão gostosa bateu contra as partes desprotegidas da minha pele, me fazendo ficar com muito sono... Parecia que eu não iria aguentar caminhar até meu quarto, então resolvi tirar um cochilo ali mesmo. Olhei para os lados em busca de alguma arvores bem confortável onde eu poderia descansar um pouquinho. Avistei um grande carvalho, acho que eu nunca o tinha visto ali. Bom, dei de ombros e comecei a andar cambaleante em sua direção. A cada passo era como se um pedaço da minha vitalidade era tirado de mim. Minha visão também não estava ajudando, que ia ficando cada vez mais turva. Assim que finalmente cheguei no tronco da árvore, eu apaguei.
 Morpheus e os outros Oneiros haviam me dado um estranho sonho... Onde uma grande sombra puxava o meu ser para longe... Para algum lugar muito longe. Assim que acordei, foi como se eu tivesse dormido por séculos. Eu me sentia completamente restaurado. Segurei minha foice e me levantei retirando as sujeiras que haviam caído em minha capa. Logo que dei o primeiro passo e observei o acampamento, meu corpo se paralisou e eu fiquei perplexo por alguns segundos. Tudo! Tudo havia sumido! O lugar onde ficava a arena de treinamento agora não se passava de um simples campo coberto por grama, o refeitório que ficava não estava mais lá também... Nenhuma construção estava lá. Mas eu não podia estar em outro lugar, era o acampamento! O terreno, as árvores, pedras, tudo estava lá... Menos o que deveria ser o mais importante. Abri as minhas asas imediatamente e comecei a sobrevoar o local. Quanto eu mais observava, mais se tornava plausível que o acampamento não estava mais lá. Pousei onde deveria ser o templo e fiquei lá por alguns minutos. ‘’isso só podia ser mais alguma missão ou algo do tipo... Tem que ser! É a única explicação plausível. ’’ Falava para mim mesmo. ‘’Merda... O que eu devo fazer agora?... ‘’ me levantei e olhei para o céu. ‘’ O olimpo! Foda-se! Irei para lá. Já salvei esses desgraçados algumas vezes, eles me devem pelo menos explicações. ‘’ Levantei voo novamente e segui em direção á New York.
 Após Algumas horas de viajem finalmente havia chego em na cidade, e eu sentia algo estranho. Sentia a ausência dos deuses, a falta de algo... Eu não conseguia dizer o que era, só que era muito estranho. Além de que, não havia achado nenhum tipo de monstro no caminho. Tinha algo errado... Muito errado. Andei poucos minutos até chegar no Empire State. Assim que eu estava de frente á entrada, na hora eu soube que não iria encontrar olimpo nenhum lá em cima. Mas mesmo assim fui checar... Mas como eu já previa; nada. Nada além do terraço.
 Sai do centro e fui para algum lugar que me acalmasse, um cemitério. Andei calmamente até uma grande lápide com um anjo entalhado em cima, e me sentei. Fiquei lá por uns dois dias, meditando, tentando ouvir o conselho de Tânatos... Mas nada. Um grande ponto de interrogação pairava no fundo da minha mente. Até que na segunda noite, veio um senhor até mim. Ele se vestia de forma elegante, um pouco extravagante para a época, mas quem era eu para falar algo? Um homem com uma capa negra e uma foice perambulando pela cidade. Grande exemplo de moda.  O senhor se agachou em minha frente e me entregou um cartão de um hotel. ‘’ Caro jovem, creio que deve estar com dúvidas. Quando desejares venha á este endereço. Prometo-lhe que tudo se esclarecerá.  



Dougie Poyter • THANKS, FTAS
avatar
Gabriel Lebber Daniel
Guerreiros
Guerreiros

Mensagens : 2
Data de inscrição : 31/07/2015

Ficha do personagem
Level: 1
Dinheiro: 500 $ - 250 P
Poder Unico: Nenhum

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum